Ministério da Saúde anuncia R$ 10,4 mi para pesquisas de combate ao Aedes aegypti

O ministério da Saúde anunciou nesta quinta-feira (10) que serão destinados R$ 10,4 milhões à Fundaçao Oswaldo Cruz (Fiocruz) para desenvolvimento de pesquisas de combate ao mosquito Aedes aegypti. Desse total, R$ 4,4 milhões deverão ser utilizados na vacina contra o Zika e outros R$ 6 milhões, destinados para projetos de pesquisa de Zika e microcefalia, realizados entre a Fiocruz e o National Institutes os Health (NIH-EUA). O recurso será repassado por meio da descentralização do crédito orçamentário.
 
À frente de estudos na área de diagnóstico, prevenção e tratamento para doenças transmitidas pelo Aedes, a Fiocruz já possui alguns projetos em andamento, por exemplo, o uso da bactéria Wolbachia como uma alternativa segura e autossustentável para o controle dos vírus. Há também outro projeto, que prevê 500 mil testes nacionais de biologia molecular para realizar diagnóstico de dengue, zika e chikungunya.(BN)

Comentários

Mais lidas

Itaquara: Jardim do Cinquentenário é requalificado pela Prefeitura

Grávidas ficam mais sensíveis a ameaças que se aproximam da barriga no fim da gestação

Wagner questiona se Moro vê sensacionalismo em divulgação de grampo de Dilma e Lula